2006-11-25

Jesus Christ Superstar


O aspecto de Jesus Cristo loirinho e de olhos claros tal como o conhecemos hoje foi preconizado no Renascimento, e todos sabemos que o seu real aspecto seria este:



Todos sabemos, mas só alguns de nós realmente acreditam... A igreja católica, a mais antiga máquina de fazer marketing soube interiorizar e divulgar uma imagem apelativa, capaz de mover multidões. Não creio que o senhor da imagem acima cativasse muita gente hoje em dia, com aquele ar de Sadam Hussein.

A verdade é que isto de seguir ensinamentos tem muito que ver com o facto de "irmos com a cara do sujeito ou não", e a igreja soube adaptar a imagem do seu ícone às circunstâncias. Se é verdade que nos dois séculos seguintes à morte de Jesus Cristo não foram feitas representações visuais, uma vez que não era costume dos judeus fazê-lo, também o é que as primeiras representações são muito mais verosímeis do que as renascentistas e posteriores.



A imagem acima é uma fotografia de um mosaico representando Jesus Cristo, patente na antiga Basílica Ortodoxa de Hagia Sophia, Istambul, e datado de cerca de 1280. Compare-se à imagem resultante dos estudos antropológicos e notem-se as semelhanças. Já as diferenças para com o Jesus de Da Vinci são várias, parecendo mesmo que estão representados dois indivíduos diferentes. Vá, têm os dois barba...

CONCLUSÃO:

Se quiserem manter uma história durante milhares de anos, e ter milhões de espectadores, têm que adaptar a imagem das personagens ao gosto de cada época. Porque não há milagres...

7 comentários:

vinte e dois disse...

A imagem de um Jesus de olhos azuis e cabelos quase loiros é muito mais apelativa, mas tb incongruente tendo em conta que este era de origem árabe. Há outro aspecto que é preciso ter em conta, e aqui aparece a mão da Igreja. Jesus é era), segundo as leituras, um ser perfeito, por isso bonito, e portanto não podia ser retratado perante os fieis com a cara feia que é a sua verdadeira aparência ;)

Anónimo disse...

Alto e pára o baile ó 22!! Onde é que um homem de olhos azuis e cabelo quase loiro é obrigatoriamente "Bonito" e outro de "origem árabe" tem necessariamente a "Cara feia"??!!? Escapou-se-me essa página do Mein Kampf...
A questao não será tanto a BELEZA (cujos padrões variam longo do tempo) mas sim de IDENTIFICAÇÃO entre o Lider e os seus seguidores (não arábes)
Mas lá q o marketing foi bem esgalhado, lá isso foi!!

tiagugrilu disse...

Concordo com os dois, excepto com aquela bojarda do Mein Kampf, que achei desnecessária, até porque esse livro não merece publicidade.

Caro anónimo: é certo que os padrões da beleza variam ao longo do tempo, mas terás que concordar com Da Vinci na questão da simetria, proporcionalidade das formas, etc., que considerou como factores decisivos para a atracção física. E aí, o Cristo renascentista bate o original narigudo aos pontos! - Mas concordo contigo no essencial.

Vite e dois: a perfeição associada à beleza e consequente identificação (i.e., idetificação com...) é a meu ver um sintoma da patologia "Ser Humano". Entretanto lembrei-me de outros exemplos: Hare Krishna (não sei se se escreve assim...) é feiote e nem por isso lhe mudaram a imagem... :)

OBRIGADO A AMBOS. VOLTEM SEMPRE!

vinte e dois disse...

Anonymous, o baile está parado! Estás a colocar palavras na minha boca que eu não disse! Tanto há homens louros como de origem árabe bonitos e feios, que não haja duvidas disso. Guiei-me simplesmente pelas imagens apresentadas aqui neste post e realmente é muito mais apelativa a imagem do Jesus com os cabelos compridos do que a outra.

ps: nunca li "Mein Kampf" nem estou interessado. Mas se te espapou a página, já o deves ter lido com certeza. Agora não queiras é associar à força as pessoas para ideologias que elas não têm.

tiagugrilu disse...

Anonymous à caixa 7 ... Anonymous à caixa 7 ...! É favor chegar à caixa 7 ...

[you've got a message]

Grande 22, sabe defender-se, mesmo a meio de um baile!

Anónimo disse...

Que importa a imagem?quando amamos alguém vemos além das aparencias. Iraci

Annihilator disse...

Esse Jesus aí com cara de papeleiro é foda!