2008-12-15

Era uma vez o Natal




Já que toda a gente anda a escrever sobre o Natal, também vou escrever, porque nisto das modas eu gosto de estar a par. Tive, por exemplo, um par de téni-botas. E uns Stan-Smith. Nunca tive uns Airwalk. Nem uns daqueles que acendiam umas luzes, mas sou um gajo feliz...

Mas isto era sobre o Natal. Querem primeiro as coisas irritantes ou as boas? As boas? Ok. Cá vai:

- Subsídio de Natal
- Juntar a família
- Comer e beber que nem um alarve
- Dar prendas a putos


Quanto às irritantes:

- Luzinhas de Natal
- Pessoas a irem ver as luzinhas de Natal
- Pessoas a irem de carro ver as luzinhas de Natal
- Pessoas a fazerem filas intermináveis, de carro, para ver as luzinhas de Natal
- Árvores de Natal gigantes
- Pessoas a irem ver árvores de Natal gigantes
- Pessoas a irem de carro ver árvores de Natal gigantes
- Pessoas a fazerem filas intermináveis, de carro, para ver árvores de Natal gigantes
- Pessoas que enchem a 2.ª Circular para irem para o Colombo
- Bacalhau (não gosto de bacalhau, e detesto especialmente acomapanhado de batatas, couve e ovo cozido)
- Pessoas que esgotam todo o Bacalhau do mercado e do mar da Noruega
- As frutas cristalizadas do Bolo-Rei
- Não haver brinde desde que se lembraram que isso podia engasgar os meninos betos
- Os anúncios intermináveis a telemóveis caríssimos
- Os anúncios interminaveis a perfumes e a alisadores de cabelo
- Gajos vestidos de Pai Natal
- Não se poder dar pontapés na boca de gajos vestidos de Pai Natal
- Não ser perfeitamente natural pegar em caçadeiras e atirar às luzinhas de Natal
- Não ser aconselhável cortar as árvores de Natal gigantes com um moto-serra
- Ter que escrever Natal com maiúscula quando Jesus nem sequer nasceu a 25.12.0000
- Ter que levantar de manhã e estar frio comó caraças
- Ok, essa não é só no Natal, mas as outras são.


O que vale é que no somatório disto tudo e ponderando os prós e os contras, continuo a gostar do Natal. Só um bocadinho, mas gosto.

.

10 comentários:

cblues disse...

Gostei especialmente das secções das luzes e da árvore de Natal gigante. Esqueceste-te de dizer nas coisas más que não é permitido colocar um aparelho explosivo no recinto que acolhe a maior concentração de pais natal da Europa Onde assino?

tiagugrilu disse...

Ia pois é... Isso vai ser onde, No Pav Atlântico?

- Ainda não me irritou, é só por isso. Mas garanto-te à fézinha de quem sou, que me vai irritar, e muito. Especialmente se eu tiver o azar de passar por lá perto de carro sem me lembrar dessa cena e ficar horas parado nas filas.

PWFH disse...

Já estou a ver pedaços de roupa de feltro vermelhas e nacos de barbas brancas colados à grelha do meu carro.

Cidadão abt disse...

Ah! Cá o Cidadão já percebeu tudo! O Belzebú tomou conta do Grilus Falantis!!!

Cidadão abt disse...

Ah! Cá o Cidadão já percebeu tudo! O Belzebú tomou conta do Grilus Falantis!!!

tiagugrilu disse...

...E o whisky tomou conta do cidadaoabt, que já está a escrever a dobrar...

:)

cumps.

tiagugrilu disse...

Pwfh: Ufa... Barbas brancas, certo? Por momentos pensei que ias atropelar o Barbas do Benfica.

PWFH disse...

Sim, apesar de ser do Glorioso ... esse cromo se lá estiver no meio dos Pais Natal também é varrido!

Canuca disse...

Gosto do dia 24 porque a família está toda reunida...ok! n toda, mas a meia dúzia que interessa lol...o dia 25 é o dia mais chato do ano...n sou grande fã do Natal...

Bjos

tiagugrilu disse...

Sim, o dia 25 é uma seca de todo o tamanho. Nós habitualmente passamos a tarde toda à procura de um sítio para beber café, que é invariavelmente o mesmo todos os anos... (é o único aberto num raio de 40km)

A parte fixe é que se pode estrear as prendas. Ah, mas eu já não sou puto... BOLAS...!