2009-12-15

Pito Doce

Só há uma coisa pior do que sofrer simultaneamente com a fome, a guerra, as catástrofes naturais, as doenças mortais, a poluição, a pobreza extrema, e o pé chato:

- Acordar com a música do Pingo Doce na cabeça e serem quase 11h e ainda permanecer com ela em loop:



Rimas em -inho e uma gaja a berrar claramente fora das suas possibilidades canoras são coisas que não abonam nada a favor do pedido "Pin-go do-ce, ve-nha cá..."

Isto é pior do que as torturas dos russos durante a Guerra Fria...

- O briol que fazia lá era mais ou menos o mesmo e essas ao menos eram humanas e demoravam menos tempo.

.

25 comentários:

  1. Bock11:38

    Yep.
    ...é uma música malandrinha. Entra e não sai. Acontece. E normalmente, quanto mais manhosas são, mais se entranham.

    ResponderEliminar
  2. Essa música é insuportável. No Pingo Doce aqui da terra estão sempre a passar essa música e de vez em quando interrompem para anunciar as promoções, escolhem sempre a empregada com a voz mais horrível ali do sítio!

    ResponderEliminar
  3. Nunca a ouvi mas agora fiquei com curiosidade de o fazer...

    ResponderEliminar
  4. AD,

    não te desgraces!

    ResponderEliminar
  5. É tipo caixa de Pandora, eu sei que não devo, mas...

    ResponderEliminar
  6. Não me digas que não consegues resistir. Sempre que me dizes que não vale a pena ir ver eu fico quietinha.
    Acredita em mim desta vez, não precisas disso.

    ResponderEliminar
  7. Escuta bem o que eu te digo!! é para o teu bem AD.

    ResponderEliminar
  8. Ainda hoje tenho na cabeça a música que passava no pavilhão do Panamá na Expo 98. O horror, meu Deus, o horror...

    ResponderEliminar
  9. Não deve ser pior que isso, é o que eu quero dizer.

    ResponderEliminar
  10. AD,

    Escuta, fica quieto, vou ali à beira mar buscar uma cena para ti venho já.
    vais deixar logo de ouvir!

    ResponderEliminar
  11. Dasse!

    o mundo roda e tudo muda ... é como quem diz! Já podiam escolher outra gaja pra berrar esta coisa.

    Este anúncio há-de ficar gravado na memória de todos pela imensa bosta que é.

    ResponderEliminar
  12. Vocês não imaginam o que duas agulhas de crochet podem fazer por vocês nessas alturas...

    ResponderEliminar
  13. Nawita18:22

    ...

    conta lá!

    ResponderEliminar
  14. Tenho para mim que agulhas de tricot sem barbela seriam mais eficazes. Mas o Grassa é que é o especialista em tortura doméstica.

    ResponderEliminar
  15. Bock00:02

    ... barbela?
    :D?
    Cáspite, quisto aqui um gajo leva com cada esfrega lexical que até dói...

    ResponderEliminar
  16. Barbela, o filme com a Jane Fonda?

    ResponderEliminar
  17. Só pensas em porcarias, AD. Francamente.

    Bock, vais-me dizer que nunca viste uma agulha de tricot?

    ResponderEliminar
  18. Bock10:03

    Vi, pois. E de croché, também.

    Agora uma barbela é que não sei o que seja.

    ResponderEliminar
  19. É aquela barba assim meio rala.

    ResponderEliminar
  20. É como eles dizem "barba" em Itália.

    ResponderEliminar
  21. Mas acompanhado daquele gesto de como quem diz que vai chover, senão é simplesmente parvo.

    ResponderEliminar
  22. Achava pior acordar com o tecto do pingo doce em cima.

    ResponderEliminar
  23. que medo...isto irrrriiiiitaaaaa!

    A fulana q canta nao será aquela fadista q é médica e foi mandataria do Cavaco?!

    parece...

    ResponderEliminar
  24. Não sei...

    Mas apetece mesmo é mandatá-la para um certo sítio, não é?

    ResponderEliminar
  25. uma autentica turtura esta música. e fica na cabeça com uma grande eficácia. vejam na Sic na hora do telejornal a quantidade de anuncios do Pingo doce e as diferentes versões desta musica! É um pesadelo!

    ResponderEliminar