2010-01-14

Beer Buddy


Gosto de cerveja. E não sou esquisito, tanto bebo cerveja belga como alemã, espanhola, portuguesa ou mesmo do LIDL. É cerveja. Foi feita para escorregar e é isso que se pretende que ela faça. Não ligo muito aos sabores, aromas, etc. Deixo isso para o vinho tinto, a minha verdadeira paixão em termos de bebidas alcoólicas.

Como ando a antibióticos e não posso beber cerveja, decidi experimentar a Sagres Zero com uns tremoços que tinha no frigorífico a gritar "Tiago, vai buscar uma mini e come-nos à bruta". E eu fui, e abri uma cerveja sem álcool. E outra. E depois ao jantar bebi mais três.

É-me muito estranho beber 5 médias e depois não enrolar a língua a dizer "obrigado" e sobretudo dizer coisas com sentido e sem balançar o corpo contra as paredes do corredor.

.

69 comentários:

Nawita disse...

Foi feita para escorregar e é isso que se pretende que ela faça. Não ligo muito aos sabores, aromas, etc.

Como estás a antibióticos vou ficar muito caladinha.

Mas vê lá se ficas bom depressa porque desperdiçar pérolas destas é, para mim, tortura.

Obrigada (sem o R enrolado, ainda não bebi)

AD disse...

E agora também há Sagres Panaché, que os senhores do Jumbo acharam por bem oferecer-me. E eu tudo bem. Mas ainda não experimentei.

Nawita disse...

Sagres só a de pêssego e com gelo.
Nos dias em que me apetece beber detergente. O que é raro, mas acontece.

Vani disse...

Isso não sabe a couves?

Vani disse...

Bem, eu nem sequer gosto de cerveja. Nem de vinho. Nem de nada que tenha alcool etílico, já agora. Se bebo, é mesmo para ficar com a língua enrolada.

Gata das Botas disse...

Super Bock. É uma questão de princípio.

Bock disse...

'Mai nada!
Este tema dos gostos lembra-me sempre aquela imagem do gajo que despeja vinho de pacote dentro de uma garrafa de super-reserva não sei quê, e toda a gente bebe aquilo como se fosse uma ambrósia divina.
Ou as pessoas que por estarem numa tasca semi (ou completamente) infecta, torcem imediatamente o nariz, mesmo sem terem provado o que lhes põem à frente. E deleitam-se com qualquer merda do tamanho de uma falangeta que lhes metam num prato de pelo menos 75cm de diâmetro polvilhado com uma pó qualquer e uns arabescos de azeite biológico com oregãos acabinhos de chegar do Mezzogiorno e rebentos de alfafa (a soja já deu), desde que custe pelo menos 25 aérios, mesmo sem terem provado o que lhes põem à frente.
E incomoda-me muito o facto de um dia poder estar a beber a maior zurrapa e achar que aquilo é uma delícia.
Foi por isso que há dias rejubilei profundamente, defronte de uma imperial com o nome da Super Bock. Quando provei o que me deram ia tendo uma síncope cardíaca. O gás era estranho, o sabor era estranho, até o cheiro não batia certo. Cheguei à conversa com o cavalheiro que me serviu e que, com bons modos, me fez saber que o que estava a beber era Sagres, a Super Bock tinha acabado. Fiquei satisfeito, apesar de tudo. :)

Gata das Botas disse...

Bock,
essa tua conversa deu-me fome, pá!

Bock disse...

Rebentos de alfafa com oregãos???? Credo :S
Não almoçaste, p'la certa... :D

Gata das Botas disse...

P'la certa...

Bock disse...

Espera, já tou a ver:

Tofu aos quadradinhos marinado em cebola, panado com sementes de sésamo e passado por uma fritura levezinha com óleo de soja em cama de (belhéque) arroz selvagem aromatizado com umas cenouritas raladas?

Temperadinho com molho de soja?

Rega com tisana de erva-príncipe.

E de sobremesa uma maçã assada sem açúcar?

Ou estufado de pombo com ervilhas e mei'jarro, bom, que se lixe, um jarro, de tinto da casa e uma 'serigaita' com ameixa d'Elvas na sua calda?

Gata das Botas disse...

Pode ser isso tudo menos o pombo.

Bock disse...

Pézinhos de coentrada? Assim bem gelatinosos, não pode ser?

Entremeada mal passada?

Moelas?

...cabidelazinha?
:)

Nawita disse...

Bock,

Tu não prestas.


Estás a fazer as vezes do Grilu?

Gata das Botas disse...

Sou só eu que acho que comer os pés do que quer que seja é algo assim para o nojento?...

Bock disse...

Longe de mim, pá, meter a foice em seara alheia.

Mas não deixas de ter alguma razão quanto à minha não prestabilidade.

bock disse...

Deves ser, Gata.
Depende dos pés, caramba.

Se bem que diga-se que, em abono da verdade, embora seja um carnívoro a descair para o irredutível, pézinhos de coentrada não faz propriamente as minahs delícias. é como com as burras (salvo seja), cachola, dobrada, mão e língia de vaca, sarrabulhos, morcelas, cabidelas e todas esas merdas que evolvam miudezas, intestinos e cartilagens.
Menos torresmo.
Gosto de uma boa sande de torresmo com 2 ou 3 mines.
Pá, gosto tanto que as mines quase que até podem ser de Sagres.

Bock disse...

'Língia' foi bem.

Nawita disse...

Gata,
Depende, nunca ouviste falar em amor e dedinhos de pé?

Mas realmente é nojento esses pés, mãos, línguas e não que mais em sangue de não sei quem.

Bock,
De vez em quando lá acerto nalguma coisa.
Todos nós temos o nosso momento de não prestabilidade.


lingia é muito nojento pá. não precisavas ir tão longe.

Bock disse...

A língia tem nervos de aço.

Bock disse...

Ele há língias viperinas.

Gata das Botas disse...

Nawita,
ouvi, mas só até à parte dos "dedinhos". Depois tapei os ouvidos com as mãos e fiz lá-lá-lá.

Bock,
estou contigo até à parte da morcela e da cabidela. Depois vou para casa rezar umas quantas avés-marias e coiso.

Nawita disse...

Gata,
Lá-lá-lares quando estou a falar contigo ainda passa. Agora morcela e cabidela?
Nunca pensei.
Vou para casa chorar.

Gata das Botas disse...

Não chores, miúda. Já basta o mal que me sinto, mas queres o quê?
São os meus guilty pleasures...

Bock disse...

Rezar?
Coiso?

Não percebi.

Já pensaste que dentro de uma morcela está, moída, trucidade, macerada e cozida, a carne dilacerada de um qualquer bicho - com elevado grau de probabilidade,bocados de um porco - que um dia, noutra vida, podem muito bem já ter sido a tua mãezinha?

Bock disse...

(isto para quem acredite na reencarnação, claro)


Acho que isto está a puxar mas é para o fim-de-semana. Preciso de descontrair a moleirinha, de preferência à frente de uns canecos.

Nawita disse...

Gata,

Euh… bom, não vou chorar mais. Também eu tenho os meus guilty pleasures.


Bock,
Deverias vir ao festival do presunto ou do porco ou lá o que é em Monchique.
São derivados de porco pela terra toda. Alguns até falam!

Gata das Botas disse...

Obrigada, Bock. Agora vou ficar aqui a lidar com o meu peso na consciência. A sério. Obrigada. Mesmo.

Nawita disse...

Bock,
Uma pessoa que vai reencarnar num animal merece ser comida. Regrediu, era má pessoa. Porque isto é suposto avançares de nível até atingir o nirvana.

Gata das Botas disse...

Epá, ó Nawita, Nirvana a esta hora é que não. Eu já estou mal o suficiente, não piores a minha condição.

AD disse...

É um bocado especista da tua parte pensar que nós estamos acima dos porcos na pirâmide espiritual.

Bock disse...

nawita, pá, adoro comer, mas tenho alguma alergia congénita a grandes ajuntamentos de gente, sobretudo nesse tipo de manifestações.
acabas por não conseguir comer nada de jeito, e andas sempre aos encontrões, e o camandro.
Não tenho paciência.

Gata das Botas, de nada, pá. E lembra-te, sempre, que tudo o que nos rodeia é, a todo o tempo, impermanente. Ohm, e tal.

Bock disse...

Nawita, isso é da PS2?

Quanto níveis há?

E qual é a piada de chegar ao Nirvana? Game Over!

...cheira-me a espiríto adolescente.

que idade tens, nawita? :)

Bock disse...

...hoje estou a gralhar e a meter acentos fora do sítio que nem gente grande...

...desculpem lá qualquer coiinha.

Dir-se-ia que escrevo com os dedinhos dos pés. se fosse o caso ainda teria alguma, pouca, desculpa.

Nawita disse...

Atingir o nirvana deve ser muito aborrecido. É que depois ficas ali a planar com toda a tua sabedoria. Tem mais piada ser imperfeita e viver aqui com todos os outros seres.

Eu gosto de ser perfeita na minha imperfeição, só é pena não conseguir planar :(

AD,
Muito ser humano é que está ao mesmo nível que os porcos.



Bock,
Não tens que estar no recinto da feira, os restaurantes todos participam no evento.
Para quem, como eu, não come derivados de porco, ir comer a Monchique nessa semana é muito má ideia. Ao menos há o vinho.

Quanto aos anos, tenho aqueles que deus, na sua infinita bondade e misericórdia, me permitiu viver ;)

Bock disse...

Nawita, aquilo do espírito adolescente foi só para meter uma chalaça com a canção dos nirvana.

E atenção, que eu reparei nessa falta de maiúscula no nome do criador. Ímpia, pá!

Zeus te valha.

E mesmo assim prefiro ir a Monchique fora de cenas festivaleiras. De certeza que numa boa tasca o porco é tão bom ou tão mau fora do festival como dentro. Com a vantagem de haver sossego. :)

E sim, há muito ser humano ao nível dos porcos. E não é ao nível das partes nobres.

Nawita disse...

Bock,
Eu percebi!
Aquilo da falta de maiúscula é porque ainda estou no nível das bolotas :p

Monchique é bom em qualquer altura, come-se e bebe-se bem :)


partes nobres! muito bom :)

Bock disse...

Bolotas são bem boas. Assadas. Mas é aos porcos que as dão, fazer o quê?

É bom, sim senhor, bela terra, embora eu tenda, por nenhuma razão em epsecial, a preferir o Caldeirão. Salir, Alte, Querença and soi on até às entranhas algarvias do Guadiana.

Isa disse...

Vou imprimir esta caixa de comentários, traduzi-la para português acessível e depois emolduro-a.

Mas adianto-vos já a minha admiração pela vossa prolificidade léxica.

Nawita disse...

Gostei muito de Alte e Querença.
Gosto de sair por aí para conhecer essas terrinhas. Deixei de planear o meu percurso pois acabo sempre por me perder. O mais incrível é que quando me perco por essas estradinhas acabo por encontrar lugares magníficos.
O nosso país é muito bonito quando nos perdemos :)

Rodovalho Zargalheiro disse...

Apesar do tema "cerveja" já se ter perdido ao longo do debate, quero dizer que o primeiro parágrafo do post podia ter sido escrito por mim. É cerveja? É o que chega. Até Cergal marcha.

Serás tu o meu irmão gémeo que foi separado de mim à nascença e atirado pela janela do carro para aquele monte de silvas? (pensavas que eu não sabia, não era, mãe?...)

Bock disse...

Isa, tás a mangar (e a fazer pouco) das minhas gralhas e assomos de dislexia, é? :)

Isa disse...

Eu? na senhor, que não brinco com coisas sérias e sei muito bem qual o meu lugar nestas coisas do saber dizer e sobretudo no das artes do bom conversador.

Aquilo que disse é tão verdade que estava até capaz de te oferecer do
melhor vinho que tenho na minha cave.

A ti e aos outros.

E agora humildemente me retiro.

caim, caim.

Bock disse...

Hela!

Ou, como diriam os nossos irmãos: "Oba!"

Mas agora é um bocadinho cedo. talvez mai' logo.
De qualquer das formas, o meu muito obrigado.
:D

tiagugrilu disse...

Rodovalho,

Quantas e quantas Cergais e Tagus e Marinas já marcharam para o meu bucho, assim em carreirinha...

Se é para degustação, gasto dinheiro e compro um bom vinho. Se é para mamar cerveja, não olho a qual. Até sem álcool marchou...

tiagugrilu disse...

- E Finkbräu tb.

tiagugrilu disse...

Nawita,

Em relação ao 1.º comentário. Aquilo tem conotações sexuais, não tem, sua badalhoca?

Nawita disse...

Grilu,

Vens tarde, entretanto já tomei banho.


Então, mas estás melhor? Já vais poder enrolar os r’s este fim-de-semana?

AD disse...

Pá, Finkbrau é fixe...

tiagugrilu disse...

Pois é. Para mim 25 cêntimos por cada garrafa de cerveja significa "fixe". Mesmo que saiba a mijo de burra, desde que esteja fresquinha e seja barata, tem o meu voto.

Bock disse...

Por esse andar até S. Miguel bebes, não?

Não há limites para a decadência, certo?

Bock disse...

E já agora super bock tango, não?

Poça, pá.

Haja decência, carai!!!!!

Gata das Botas disse...

AD,
gebratenen fisch não presta, mas Finkbrau é fixe... Hádes ir longe, hádes.

Grilu,
mesmo que "saiba" a mijo de burra? Saiba???

Gata das Botas disse...

Bock,
Super Bock Tango não, mas uma imperial com groselha sim!

A disse...

e a abertura fácil? que é que vamos ter a seguir, o casamento homossecsual!?

AD disse...

A,
Não são uma e a mesma coisa?

Gata,
Groselha numa birra a estalar? Se é para estragar põe-lhe logo Pisang Ambom ou Blue Curaçau.

Gata das Botas disse...

Blue Curaçau não, que isso sabe a Sonasol Verde mas em azul.

tiagugrilu disse...

Gata,

Querias que dissesse o quê?: "mesmo que snaita"?

tiagugrilu disse...

Super Bock Tango? Isso faz tanto sentido como Sagres Salsa.

Ou Cristal Coentros.

AD disse...

Pode ser do adiantado da semana, mas parece-me estar aí um conceito vencedor. Quem é que não gostaria de experimentar Kas Molho d'Alho? Para já não falar nos crossovers possíveis, como a Bic Cristal Coentros.

tiagugrilu disse...

...e eu a pensar que tinha feito uma analogia demasiado estapafúrdio.

tiagugrilu disse...

*aquilo, mas com a última palavra no género feminino, ó fáxavor.

Bock disse...

Gata das Botas, pá, nã consigo encontrar grande prazer nesse tipo de mistelas.
No pino do Verão um “Pinochê” ainda marcha, mas com sumo de limão, tipo kas, schweppes, fanta, uma merda dessas. Mas é com muita sede e muito boa vontade. :D
Groselha, oh valha-me Deus. E depois fazem analogias com o Benfica e tudo,belhéque.

Embora tu se calhar preferisses, quiçá, fazer analogias com a cabidela de galinha, não?

Gata das Botas disse...

Uma cambada de esquisitos, é o que vocês são. Agora também me vão dizer que a Super Bock Green não presta, não?

Bock disse...

Por acaso dessa... gosto.
E não é por ser da cor do Sportem, é mesmo porque aquilo é coisa para saber bem. é tipo "Pinochê"!

Mas não deixa de ser uma cena vagamente abichanada, hã?
:O

tiagugrilu disse...

Vagamente...? Beber disso e ir a festas acompanhando o carlos castrol é essencialmente a mesma coisa.

Bock disse...

Eish, ahahahahaha!!

... e-lavar-o-rabinho-com-laranjas-azedas-para-depois-andar-com-ele-de-rojo-pelo-chão?



O mar tá bravo.

Tá a puxar para o bar.

Tá a puxar para o bar com muuuuita força.

Isa disse...

Ehhhh lá!
"belhéque" para o Benfica?

Já não há tinto para ti menino Bock!

tiagugrilu disse...

Há sim senhores!

- E muito!
- E moelas.