2010-09-21

Eleven


Faz hoje 11 anos que tive a sorte (e o engenho) de começar a namorar com a mulher da minha vida. Sim, 11 anos. E se pensam que é muito, ficam a saber que nem dei pelo tempo passar. Parece que é o que acontece quando se é feliz...

O único revés é que a continuar assim, um dia destes acordo a dizer sande, lápe e téne, a considerar o Goucha o melhor apresentador da televisão portuguesa, a comprar merdas na Dmail e a mijar-me pelas pernas abaixo antes de chegar à casa de banho.

- Mas tudo isso valerá a pena se estivermos juntos. Até aquilo do Goucha.

.

56 comentários:

grassa disse...

Adoro o efeito que o amor tem em ti.

...

Estou a falar do facto de tu quereres estiverar junto com ela.

Bock disse...

Parabéns, Tiagu.
O amor é lindo.
Agora...
Se por mero acaso do destino ou por mor do consumo de psicotrópicos (ou falta deles) começares a alucinar e se a palavra 'casamento' começar a tomar forma no teu tenro espírito jovem e influenciável por ideias peregrinas, lembra-te sempre - oh estulto! - que "se o casamento fosse coisa boa, eles não pediam testemunhas*"





*Tecnicamente parece que já não pedem, mas isso é uma technicality que agora nem vem ao caso.

tiagugrilu disse...

É normal que ainda peçam testemunhas, pá. É o que acontece em qualquer acidente.

Mas não faço intenção de me casar tão cedo, muito por culpa da sonoridade da frase "a sua esposa".

A palavra "esposa" dá-me uma sensação de posse, e "namorada" evidencia o sentimento. E é isto.

tiagugrilu disse...

Grassa,

Estiverarei até que a estiva me doa.

- mas não sei do que falas.

Crente disse...

11 anos! Já estão quase na adolescência do namoro ;)
Parabéns!

tiagugrilu disse...

Sim, obrigado.

Estamos naquela fase em que temos que ter cuidado com ex-apresentadores de concursos da RTP.

Crente disse...

;) hehehe

grassa disse...

Posso ser o teu best man quando casares?

Vani disse...

ahahaha, outra vez a conversa do best man??? o post não era pra ser sério e profundo??

[eh lá, estou quase a apanhar-te (dez anos)...] :D

Vani disse...

Já agora, Parabéns ^_^

Canuca disse...

11 anos é obra :)...ficas "giro" apaixonado...casamento, só mesmo se n houver mais nada para fazer (lol).

Parabéns...

Gata das Botas disse...

Eu não gosto da expressão "a sua esposa", prefiro utilizar "a sua senhora".

Gata das Botas disse...

*utilizar a expressão, não a senhora do Grilu.

tiagugrilu disse...

LOLOLOLOLOLOLOL

Bock disse...

Muito obrigado pelo esclarecimento, Gata.

'Patroa' também é giro.

"Veio uma gaja com ar de mete nojo e mete-se à nossa frente na fila do peixe do Continente, a patroa grisou-se toda, e quando dei conta já havia sapateiras vivas a fazer das suas na secção dos produtos lácteos, camarões de Espinho a enfeitar a secção de legumes e lombinhos de salmão a voar por cima da secção de lingerie"

Bock disse...

Eia, tanta secção.

Bock disse...

E o que é que aconteceu ao tão simples 'a minha mulher'?

'A minha companheira' também soa assim algo estranho. Um bocado aprecalhado.

Vani disse...

Gataaa, LOLOOOOOOOOOOOL! :D

Patroa....mmm...não. Dá ideia que é mandona e que estás agrilhoado. Mania do agrilhoamento, pá!

Vani disse...

"a minha companheira" leva muito tempo a dizer :D

Vani disse...

a minha moça! ^^

grassa disse...

Que tal "a minha pêga"?

Vani disse...

"a minha mulher" soa a gajo peludo com barriga de cerveja e comando da tv na mão, soltando gases e coçando a tomatada enquanto ordena "ó mulher, traz aí outra jola, rápido, já!"

Vani disse...

Grassa, o gajo daqui saiu-se com essa uma vez. E o punho daqui saiu-se com um murro.

Gata das Botas disse...

Iá, Bock, isso das secções é só para gozar com as pessoas que não têm hipermercados e compram na mercearia, não é?

Vani disse...

"a minha esposa" é muito formal. Soa a fraque, cartola, óculo e mordomo.

Vani disse...

"a sua senhora" soa a Nossa Senhora. :p :D

Bock disse...

Gata, é mais ou menos isso, mas ao contrário.

Bock disse...

«A minha gaja».

Prontos.

E não se fala mais nisso.

Vani disse...

A minha moça.

A minha jove.

A minha rapariga.

Bock disse...

A minha catraia. Espigada e trigueira. De ebúrneos quadris e rosadas faces.

Crente disse...

A minha "love" já que os estrangeirismos estão sempre na moda. Dá sempre um certo charme e um je ne sais quoi de misterioso e culto, quando se utilizam expressões de outros línguas... ;)
Oh vê lá se não fica bem e não dou ar de importante? hehehe

Vani disse...

ahahahah, Bock! e era só isso: ahahaha!

Bock disse...

O que foi?
Tens alguma coisa contra gajas branquinhas do pescoço para baixo e rosadinhas, para cima?

Ou vice versa, sei lá.

Alexandra disse...

Fofo!

Canuca disse...

A minha "Maria"...a minha "Dama"...a minha "mais que tudo"...a minha "bichaninha"... a minha "olha esqueci-me" tb acontece ao fim duns anos (lol)...ninguém de ninguém já dizia o outro...

tiagugrilu disse...

É...

Nawita disse...

Parabéns, Grilu, a ti e à tua Miss Sunshine!


Quando chegar a altura, compra lindor, ou arranja um velho ultra absorvente:P

Nawita disse...

Canuca,

aí está o problema, na "minha", isso é que incomoda.
as pessoas não são nossas para possuir, mas sim para amar.

quer dizer, se for um demónio, aí é lógico que possua pessoas.
se for um gajo moreno, alto, inteligente, espadaudo, com banho tomado, que fale mais do que uma língua, jeitoso, também me pode possuir.

tiagugrilu disse...

- Petrás.

A disse...

não te cases, grilu, que isso agora é cena de maricas.

tiagugrilu disse...

LOLOLOLOLOLOLOL

Muito bom!

Nawita disse...

Grilu,
Este post, este lindo post, é sobre a celebração da união de duas pessoas que se amam.
Queres ajavardar, vai lá para cima, até tens suporte visual.

Vani disse...

Vai, nawitaaaa, vaiiiii! dá-lheeeee!

Vani disse...

(petrás, claro...)

ahahahah!

Vani disse...

Bock, nada contra, o blogue não é meu!

-Grilu, tens alguma coisa contra catraias ao estilo das que o Bock graciosamente descreve?

- Não é por nada, mas essa descrição parece-me saída de um filme de Hentai...

Canuca disse...

Nawita

"um gajo moreno, alto, inteligente, espadaudo, com banho tomado, que fale mais do que uma língua, jeitoso"...é mais ou menos um demónio :)...chamem o exorcista, n quero nem saber lol

Nawita disse...

Vani,
LOL
(petrás, é à traiçoeira, não é?)

Canuca,

Uma vez esqueci-me do meu nécessaire em casa, tive que usar os produtos do hotel.
Também costumo cruzar-me com o Padre da aldeia.
Acho que isso me habilita a enfrentar qualquer coisa.
Onde anda o demónio? Trato já dele.

Gata das Botas disse...

Deixa o bichinho em paz, Nawita!

Nawita disse...

não me deixas fazer nada :(
eu deixei o gafanhoto viver, acho que mereço uma recompensa.

Canuca disse...

Nawita...

Se o demónio n colaborar, dá-lhe com a nécessaire :)

Isa disse...

Ainda vou a tempo?

Parabéns pá, e à santa que te atura. Mais 11 e assim sem dares por ela, é o que se quer.

tiagugrilu disse...

Nawita,
Que história é essa de eu não poder ajavardar?

Ajavardarei até que a voz me doa, pá.

Bock disse...

Só a voz?

Nawita disse...

Canuca,

:D

queremos matar o demónio, ou só atordoar? é que a nécessaire é potente.


Grilu, Bock,

não vos conheço.

Vani disse...

Nawita? és tu? feita Hillary no karate kid?? :D

-a tua recompensa é uma demonstração de uma arte ancestral qq de monges...

tiagugrilu disse...

Quem monge são as vacas.