2010-10-18

Vamos ao monte, môr?


Ontem eram umas duas da tarde quando me deu na cabeça que um queijinho alentejano e um vinho tinto era o que me apetecia mesmo para o lanche. Mas não fui ao supermercado nem à Casa do Alentejo, agarrei mesmo no carro e fui até Montemor.

Descobri o tasco perfeito e depois de meia garrafa de tinto e um queijo, lá ganhei coragem para provar a especialidade da casa: "perninhas d'arrã". Não vou mentir, aquilo é bom, mas como o sabor é parecido com o do frango e como dá a sensação que estamos a comer perninhas de bonecas Kelly (a irmãzinha da Barbie) decepadas ali na zona da barriga e envoltas em farinha e ovo, senti-me como um ogre a devorar pequenas pessoas.

- A seguir ainda pensei em ir tomar banho num pântano e aterrorizar pequenas povoações, mas a minha namorada insistiu em voltar para Lisboa porque estávamos Far Far Away, e como eu quando estou com os copos sou muito obediente, lá peguei no carro e tentei acertar com os riscos brancos da estrada até casa.

Fim.

.

34 comentários:

  1. *suspiro*

    agora já não consigo chamar-te nomes...

    merda!

    ResponderEliminar
  2. Não?

    - Então, estás doente?

    ResponderEliminar
  3. cala-te pá!

    ca nervos.

    ResponderEliminar
  4. Mas não consegues chamar-me nomes porquê? A sério, estou intrigado.

    - Uma coisa que sempre fizeste tão bem...

    ResponderEliminar
  5. E aprendeste a cuspir a lingua a dois metros para agarrar aquela cerveja que parece estar a mais de uma braça de distância?

    Isso é que era de, ... rã!

    ResponderEliminar
  6. tu comes tudo o que é bicho morto... para gajo de cartola, monóculo e bigode bem cofiado, és um bocado nojento.

    ResponderEliminar
  7. Sou, sim senhores. Aqui há dias não tinha tomado o pequeno almoço e vi um pombo morto no passeio, e pumba. Com uma imperial, até soube a pato.

    ResponderEliminar
  8. Sim, que deve ser o bom aspecto que define as pessoas, pois. Eu este fds vi dois gajos de bom aspecto a transportarem um baú, fui lá falar com eles que aquilo despertou-me a curiosidade e pergunteigajos, pra que é isso? e eles ai e tal baza põe-te n'alheta qué que queres daqui e assim a olhar prós lados a ver se havia mais gente por perto. Como até havia e eu não bazei, disseram que era pra "reciclar".
    Tá. Sim. Sei. Pois.
    Cá pra mim estavam ou estavam desfazer-se de alguém,ou a pensar nisso.Vim-me embora claro, que aquilo tinha maisómenos o meu tamanho, dasse. Há muita criminalidade encoberta é só o que vos digo, havia de haver mais policiamento nas ruas.

    ResponderEliminar
  9. Acho que nos estamos a desviar da questão principal: como raio sabes tu o nome da irmã (sim, que a Barbie é pura e não dá abébias a ninguém) da Barbie?

    ResponderEliminar
  10. LOLOLOLOLOLOLOL!!!

    Epá, meti no google "filha da barbie" e acabei por ver escrito Kelly!

    - Eu acho que acabei de desmascarar aquilo que a Barbie vos levou a acreditar durante a infância.

    Sim, a Barbie fodeu o Ken, meninas. E muito provavelmente, o Action Man também.

    ResponderEliminar
  11. E o Skeletor! Acho que fruto dessa relação é o nascimento do bebé Jarvis.

    ResponderEliminar
  12. AHAHAHAHAHAHAHAH!

    - E da Paula Bobonne.

    ResponderEliminar
  13. Epá, eu cá não sou de intrigas e não gosto de falar da vida dos outros, mas acho que o Ken era rapaz de gostar mais do Action man do que da Barbie...

    ResponderEliminar
  14. Sim, o bébé Jarvis é irmão da Paula Bobonne.

    ResponderEliminar
  15. Gata, vou repetir:

    "Sim, a Barbie fodeu o Ken, meninas. E muito provavelmente, o Action Man também."

    ResponderEliminar
  16. Grilu, a tua afirmação induz-nos em erro, não se percebe bem quem fodeu e quem é fodido por quem...

    ResponderEliminar
  17. Exacto. O que é o mais próximo da verdade possível.

    ResponderEliminar
  18. E o bebé Jarvis, quem é?

    ResponderEliminar
  19. Sou mais de apostar que o red neck do action man era mais de aviar petrás o piqueno ponei.

    ResponderEliminar
  20. as rãs são verdes, viscosas e barulhentas, acho bem que depois de mlrtas se lhes dê alguma utilidade.

    O que o A disse também é interessante, Grilu, mas também acho que um tipo de cartola e monóculo faz parte daquela classe especial que gosta de viajar e descobrir coisas novas, assim como continentes, para depois nos vir falar sobre o que há lá fora.

    A Barbie engana muita gente.
    Gata, não viste o Toy Story 3? ou 4? o último que passou no cinema.

    O piqueno ponei não passa de um demónio que se alimenta dos sonhos das crianças quando elas adormecem.

    ResponderEliminar
  21. LOOOOOOOOOOOOOOOOOL,

    tenho de deixar de ler as vossas tertúlias ao mesmo tempo que bebo café...

    ResponderEliminar
  22. Nawita,

    Exacto. Neste caso tratou-se de uma jornada à longínqua e exótica vila de Montemor-o-Novo.

    ResponderEliminar
  23. E então? Ainda estás a viver feliz para sempre?

    ResponderEliminar
  24. Diz que sim, Grassa, diz que sim.

    ResponderEliminar
  25. Isso quer dizer que até acabar o sempre nunca mais te vou ver?

    ResponderEliminar
  26. Eu estava apenas a pedir-te para dizeres que sim.

    ResponderEliminar
  27. Cidade, Grilu! Montemor é cidade, por incrível que pareça!

    ResponderEliminar
  28. LOL!

    Podes crer que parece incrível. Aquilo nem carros tem...

    ResponderEliminar
  29. Para ti, é sim e sopas.

    ResponderEliminar
  30. Se tiveres por aí um cavalo cansado a mais, faz a contar comigo.

    ResponderEliminar
  31. Andas a dar no cavalo e depois dizes que vais comer rãs a, pasme-se, Montemor.

    Não é de admirar, há quem veja isso e muio mais, mas, sabes, o mais provável é teres passado a tarde junto a uma sarjeta a disputar com uma ratazana meia sandes de mortadela.

    ResponderEliminar
  32. Por falar nisso, nunca mais tive tempo de ir espreitar às Azenhas o tal tasco de umas tais manas, que aquilo parece que é uma maravilha...

    ResponderEliminar
  33. O mais provável era eu comer a meia sande e a ratazana.

    ResponderEliminar