2010-10-15

Vergüenza



Como sabem, foram hoje extintas as SCUT no Norte do país, sendo que a macadâmia paga inteiramente com fundos europeus é agora taxada a todos quantos a pisem.

Não é sequer o pagamento das "novas" autoestradas que me indigna. É a forma ilegal, inconstitucional, incompreensível e incapaz como é aplicada. Até hoje vivi na incredulidade: Era impossível que não existissem portagens convencionais alternativas, era demasiado estúpido não haver.

Nem que fosse só um gajo como aqueles vendedores da taluda, mas com um fato verde a dizer "Portagem/Portages/Péage/Toll/Maut", coisa infinitamente menos ridícula do que o que aconteceu hoje - e continuará a acontecer - nos postos fronteiriços da Galp, onde os CTT tinham uma mini-banca para vender aos estrangeiros os chips de uma empresa privada mediante o pagamento de preços exorbitantes (70 euros para ligeiros e 110 para pesados), e que comicamente estavam já esgotados.

Em Valença, ainda esta manhã, já haviam sido vendidos todos os 16 aparelhos recebidos (notem que eram mais de 15) e quem quis entrar em Portugal naquela autoestrada, ou ficou retido ou arriscou a multa, ou simplesmente deu meia volta e voltou para casa.

Algumas autoridades espanholas fizeram já queixa a Bruxelas e preparam uma providência cautelar que pede o imediato encerramento das portagens nestes termos, exigindo pelo menos a possibilidade de pagamento convencional em euros. O turismo feito por automóvel está completamente arruinado, e adivinhem só quem mais visita e mais gasta dinheiro em Portugal?


...Sim, são os espanhóis.

Já não tinha tanta vergonha de ser português desde que a Rosa Lobato Faria escrevia as letras de todas as cançonetas que concorriam ao Festival Eurovisão da Canção.

.

11 comentários:

  1. A boa organização portuguesa.
    Nem "enrabar" correctamente esta gente sabe.

    ResponderEliminar
  2. Será que eles pensaram que só havia 16 estrangeiros interessados em entrar em Portugal pela Galiza?

    ResponderEliminar
  3. Eles devem pensar que os estrangeiros estão como nós, logo não podem andar a fazer turismo.

    E os emigrantes? alguém pensa nessa raça? nesses malucos que vivem em países evoluídos e insistem em vir passar férias a Portugal?

    Seremos sempre a chacota do resto da Europa. Uma espécie de aldeia Gaulesa, mas em mau e com peixe um pouco mais fresco.

    ResponderEliminar
  4. Por acaso ontem estava nos CTT e havia alguém a querer comprar um chip e pelo que percebi não havia...

    ResponderEliminar
  5. Para não variar.
    Enfim, vou fazer-me à SCUT, enquanto é grátis.
    Bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
  6. Nawita, porque é que colocas aspas antes e depois de enrabar, como se de uma metáfora se tratasse?

    Não percebi a opção.

    Esta merda é macabra.

    Nem os espanhóis merecem isto (esses cabrões).

    ResponderEliminar
  7. LOLOLOL

    Não sejas assim. Os espanhóis dão-nos os pimentos de Padrón, as tapas em geral e as espanholas em particular...

    ResponderEliminar
  8. Agora ia dizer uma coisa, mas como hoje estou em dia n, acho que n ia sair grande merda, melhor mesmo é ir já de fim-de-semana...

    E só voto se a Tété se candidatar...

    ResponderEliminar
  9. O mais triste disto tudo, é que nada nestes acontecimentos me surpreendem. Mais uma vergonha, só isso.


    Galiza não é espanha, Galiza é Portugal!

    ResponderEliminar
  10. E Olivença também!

    Pobres desgraçados...

    ResponderEliminar