2011-01-11

Let's look at this treila



127 horas: Depois de Trainspotting e de Slumdog Millionaire, Danny Boyle volta a estar em destaque, agora com uma história improvável de se adaptar a cinema. Basicamente está um gajo com o braço entalado num calhau o tempo todo. O que traduz a genialidade de Boyle é que não há um segundo em que o filme perca a nossa total atenção.
Ah, e o James Franco é impecável a fazer de gajo entalado.

Apreciação: ***** Para ver com a certeza absoluta de que se tem líquidos por perto.

26 comentários:

Jack Merridew disse...

A temática do entalado é muito familiar ao povo Português e tem raízes na nossa história desde Martim Moniz.

tiagugrilu disse...

Ahahahahah! Se calhar foi por isso que me identifiquei com o gajo entalado.

Agora lembrei-me de uma coisa que poderia dizer acerca de entalar mas que não vou dizer porque o caso ainda está muito fresquinho.

A disse...

bem, tenho mesmo de ver! esqueceste-te de referir que é baseado numa história verdadeira? ainda me lembro de ver isso nas notícias.

agora lembrei-me de uma coisa que poderia dizer acerca de ver coisas nas notícias mas que não vou dizer porque o caso ainda está muito fresquinho.

tiagugrilu disse...

Não disse porque ontem a ver o filme houve quem se lembrasse e me tivesse dito logo o fim do filme!

E queria evitar-vos essa chatice.

Outra chatice que poderia ter sido evitada era alguém não ter ido com outro alguém para um apartamento sabendo de antemão que esse alguém muito provavelmente não iria ligar a prostitutas para fazer uma festa.

Mas ainda está tudo muito agitado para falar disso.

Bock disse...

Estou-vos a achar algo acabrunhados, hoje.
Como se quisessem falar de alguma coisa, mas estivessem pouco confortáveis com ela.

Diria mesmo mais: estais a castrar o que vos vai na verve.

Gata das Botas disse...

Esta vossa conversa recorda-me que tenho que comprar um saca-rolhas, que falta uma pecinha ao meu.

Também sei uma anedota muito engraçada que mete livros do Asterix, mas que não vou contar porque o caso ainda está muito fresquinho.

Jack Merridew disse...

Mas há alguém que Seabra sobre isto?

Isa disse...

"Seabra", salve seja não é? porque por causa disso duma pessoa seabrir é que depois há cenas que não falo, que ainda tá muito muito
fresquinho pra se falar disso.

Alexandra disse...

Bem, eu poderia falar de muito coisa mas não quero meter o bedelho prefiro antes salvar o rabinho já que há alguém que pensou que o fez mas afinal não.

Alexandra disse...

Desculpem. Desde Sábado que só sei escrever rabinho.

Alexandra disse...

Rabinho.

Alexandra disse...

Rabinho e não rabeta.

Alexandra disse...

Quer dizer, não.

Alexandra disse...

Alguém está a precisar disto.

http://oravamosporpartes.blogspot.com/2011/01/e-uma-experiencia-unica.html

Nawita disse...

Se o filme tem o James Franco lá dentro, vou ver.

tiagugrilu disse...

Alexandra,

LOLOLOLOLOL

Bock disse...

EISHHHHHH!
Andava eu para aí a rezingar da falta de sal do povo português sempre tão prestimoso a criar anedotas sobre as desgraças alheias, e ele agora tão sugadito, e tunga, humor daquele mesmo, mesmo in your face.

E no mesmo blog, lá mais em baixo, outra: deitas-te com putos...
... acordas capado.

(ah, ah, ah)

Jack Merridew disse...

E já se fala num remake do filme do Woody Allen, o "Bolas Sobre a Broadway".

Bock disse...

E noutro remake do "Panic Room".

Bock disse...

E uma versão gore do "Sideways"...

Jack Merridew disse...

... mas sem o vinho.

Bock disse...

Pois, fica-se até ao fim sem se saber se há vinho ou não.
a coisa não passa do saca-rolhas, mas não quero falar muito porque além de ser um tema fresco, poderia ter efeito de 'spoiler'.

Jack Merridew disse...

Compreendo que não queiras falar mais e também não te vou arrancar as palavras a saca-rolhas.

Bock disse...

E eu pela minha parte prometo que respeitarei a tua info-exclusão e não te tentarei enfiar o portátil na cabeça.

Vani disse...

nem um monitor de um pc.

Vani disse...

o james franco tb se saca-enrolha?

-eu sei q não foi nas partes. mas não vou contar, né?

- e tb não vou contar que houve quem saisse do cinema a vomitar.