2011-02-15

Vespa


Quem lê este blog e vê tantas referências à Vespa pode concluir que sou um fanático da marca. Não é verdade. Gosto muito, mas não sou um maluquinho das vespas. E até tinha razões para o ser: o meu avô teve uma, que deu ao meu pai e que acabou por ser o meu transporte para ir para o jardim de infância. Em pé. Sim, que isso das cadeirinhas pipis com isofix e cinto de segurança é pra meninos. Criança que é homem vai de mota, e em pé, na parte da frente. E adormece com o capacete encostado ao conta-quilómetros.

Não colecciono coisas da Vespa, não sei em que ano saiu o modelo X, não vou a concentrações, não tenho amigos vespistas, nada disso. Gosto da minha mota e pronto. E mesmo assim ainda há quem goste mais dela do que eu. Por exemplo o gajo que hoje abrandou na faixa contrária à minha, apitou, abriu o vidro e gritou a plenos pulmões:

"G'anda mota, caralhoooo!!!"

.

10 comentários:

  1. E tu pelos vistos já não reconheces os amigos ...

    ResponderEliminar
  2. AHAHAHAHAHA

    espectacular! trocaram números de telefone?

    ResponderEliminar
  3. PWFH,

    - Eras tu????!!!!

    ResponderEliminar
  4. Man, diz-me que eras tu!

    - Diz-me lá onde foi o local do crime...

    ResponderEliminar
  5. Com um comentário desse podia perfeitamente ser o PW...

    ResponderEliminar
  6. Se não era o PW era alguém a fazer-se passar por ele.

    ResponderEliminar
  7. Olha-me o gajo agora a dizer Saldanha, estava a ver se calhava!

    Mas o verdadeiro fez uma imitação fidedigna de PWFH. Braço de fora e tudo.

    ResponderEliminar
  8. PWFH, tens um irmão gémeo?

    ResponderEliminar
  9. Naõ, isto é exemplar único ... e partiu-se o molde.

    ResponderEliminar