2009-11-24

I'm coming


Ontem, enquanto subia uma estrada no caminho para casa a bordo da minha mini-mota e contemplava o conta-quilómetros que marcava 30 Km/h, disse para mim mesmo "man... o Obikwélu passava por mim a pé na boa", e lembrei-me que há uns dias atrás, ao ver-me chegar para dar formação, alguém se virou para mim em choque e perguntou "mas você tem carro, não tem?".

Lembrei-me da resposta que deveria ter dado e que na altura não me saíu...:

- Para mim o carro é como o preservativo. Tenho lá em casa mas uso poucas vezes, porque dá mais prazer sem ele. E assim, para o bem e para o mal, chego mais cedo.

.

36 comentários:

  1. Desde que tenhas confiança nos caminhos em que te metes, no problem.

    ResponderEliminar
  2. E não ficas mirrado com o frio?

    ResponderEliminar
  3. Népia. Até ganhei uma amigadeelite, que tenho aqui comigo neste momento.

    ResponderEliminar
  4. opá, é claro que te arriscas a apanhar doenças!

    ResponderEliminar
  5. correntes de ar...

    ResponderEliminar
  6. Grilu,
    Também costumo lembrar-me de boas respostas para dar quando o momento já passou :(

    Opá, agora fiquei com saudades da minha scooter, quando subia a montanha e era ultrapassada pelas borboletas!

    Tens uma amigdalite e mesmo assim consegues ter esse óptimo verdeaspecto?

    ResponderEliminar
  7. Mosquitos, peões e correntes de ar?

    - Eu costumo fazê-lo na cama, não no Marquês de Pombal, pás.

    ResponderEliminar
  8. Nawita,

    Yap. Havias de ver quando eu tive varicela... Houve até quem me perguntasse onde tinha eu feito aquelas tatuagens tão cools.

    Eu não sou ultrapassado por borboletas, mas por bicicletas já fui.

    ResponderEliminar
  9. E por distribuidores do Metro? No Marquês, são ferozes.

    ResponderEliminar
  10. Bock14:31

    E sapinhos, também se podem apanhar sapinhos.

    ResponderEliminar
  11. Desses, ia levando com um em cima um dia destes.









    - Mas atenção, ia de carro.

    ResponderEliminar
  12. [Não estava a falar dos sapinhos]

    ResponderEliminar
  13. E ciganos do leste.

    De mota, devem enfiar-te o raio da escova na cara...

    ResponderEliminar
  14. Apanhar um sapo não é mau. No marquês, só apanho molhas...

    ResponderEliminar
  15. Por acaso é fixe, porque como não há vidros nas motas, os gajos ficam naquela "o que é que eu limpo agora?" e vão à vida deles.

    Espero que em relação às molhas, aventes aqui uma explicação, porque neste momento só se me afiguram metáforas.

    ResponderEliminar
  16. olha que isso ainda te desencaixa a bacia, alexandra!

    ResponderEliminar
  17. Por enquanto, só tenho o pé desencaixado (Fim-de-semana produtivo).

    ResponderEliminar
  18. Bock14:44

    Andar de mota no Marquês a fintar distribuidores do Metro e ciganos romenos, deve fazer mal ao pélves.

    ResponderEliminar
  19. É. Mas exercita os abomináveis, pá.

    ResponderEliminar
  20. ...e também acaba por exercitar os romenos, os sapos e os distribuidores de jornais, porque eu faço ques~tao de nunca travar.

    ResponderEliminar
  21. Bock14:51

    Ah, conduzes a fumar...
    Isso de mota... é obra...

    ResponderEliminar
  22. Acabam é os cigarros num instante, ultimamente. Não percebo...

    ResponderEliminar
  23. Bock15:03

    Experimenta travar, talvez durem mais.

    ResponderEliminar
  24. Não posso. Saltam-me da boca, com a inércia.

    ResponderEliminar
  25. A Inércia é uma prima minha a quem volta e meia dou boleia.

    ResponderEliminar
  26. LOl

    então e manda-la assim, boca fora?

    que raio de primo és tu?

    ResponderEliminar
  27. Bock16:00

    Não manda, não, porque com a travagem a Inércia fica toda escanchada em cima dele.

    A depravação, aqui, grassa.

    ResponderEliminar
  28. Bock,

    Nota-se que já andaste de mota, pá!

    ResponderEliminar
  29. Bock18:14

    Pois andei, 2 ou 3 vezes à pendura e outra vez na Grécia 'mais a namorada', aluguei uma scooter e ia eu aos comandos.
    Aquilo é que foi travar, nas estradas sinuosas de Patmos!!!!

    ResponderEliminar
  30. Já aqui estou, Bock.

    ...

    Bock?... Bock?

    ...

    Alguém?

    ResponderEliminar
  31. Bock11:05

    ... aquiiii!

    ResponderEliminar