2009-12-03

Mas... é o regional, não é?

Julgo que isto já passou no laboratolarilolela:


Em poucos dias retornava
A Liza que tanto amava
Andava todo contente
Chegava o dia do seu casamento
Mas a sort'assim não quis
No trabalho foi inbeliz
Caíu do 10º andar
Quando eu lá cheguei
Ele lhe dizia a chórar
Dize a Liza que eu lhe amo
Dize a Liza que eu lhe adoro
Dize a Liza...
Pra não chórar!
O meu amor por ela
Me tómó caráááááááaaaaááá!

Epá, e ouçam o senhor do noticiário.

.

17 comentários:

  1. Aaaaaaarrrggghhhh!

    Grilu! isto é castigo?
    Dize: qué que te fizemos, pá?


    agora a liza anda suziiinha ...
    vai vesitar a capeliiinha ....


    Álcool! prciso d'álcool! ou drogas!

    É o Cid emigrado!

    ResponderEliminar
  2. Acho que ele diz "Dize a l' Isa que lhe amo".

    Isto é lindo. Vá, absorve. É cultura.

    ResponderEliminar
  3. O gajo tem um certo ar de Gene Simmons misturado com Sonny Crocket.

    ResponderEliminar
  4. Meu deus! meu deus
    MEU DEUS!!!

    A lisa vai visitar sozinha a capelinha!
    O homem do noticiário está fantástico.
    Alguém que me empreste uma faca de serrilha, tenho que acabar com o meu sofrimento!
    Mas antes alguém me explique, o que é que ele diz lá no fim “meu amor por ela me …”
    Não me deixem assim, preciso desta resposta antes de me jogar de um andaime abaixo. Obrigada!

    ResponderEliminar
  5. Matou?

    naaaaa...:

    "Me tómó caráááááááaaaaááá!"

    ResponderEliminar
  6. o que quer dizer...?
    ele é migras onde? isso talvez ajude a perceber.
    não posso ouvir de novo a canção, é que é tão mas tão triste... entre o riso e o choro vem uma vontade imensa de morrer, e eu ainda sou nova!

    ResponderEliminar
  7. ja´sei o que ele diz
    Meu amor por ela nunca morrerá.

    o amor dele é imortal, mas de que serve à lisa o amor sem o corpo? e sem dólares?
    é que há mulheres muito materialistas por esse mundo fora!

    ResponderEliminar
  8. Cem dólares? É melhor que nada...

    ResponderEliminar
  9. cem dólares não paga um par de sapatos pá!

    ResponderEliminar
  10. Vê-se que não compras na Seaside...

    ResponderEliminar
  11. Lá porque vivo by the sea não vou comprar sapato de plástico!
    E não me digas que um amaricano não era capaz de me dar 100 dólares para uns sapatinhos? Não é para isso que servem os migras? Trabalham que se fartam para enviarem para a terrinha vestidos de renda e foles, sapatos de verniz, edredões de penas, relógios, carros e sei lá mais o quê?
    e para quê? para a mulher deixar os filhos em casa enquanto vai com o padre para o baile!

    ResponderEliminar
  12. Atão, mas a outra dos Morangos só calça disso... Tá fina, agora...?

    ResponderEliminar
  13. Ouça lá… está a comparar-me com uma moranga?
    Gosto de usar sapato português, mas de pele.
    Uns dias espezinho um moreno, outros um mulato, outros um caramelo…
    Branquinhos só daqueles mais rechonchudos e apenas para andar por casa!

    ResponderEliminar
  14. Chiça, ninguém merece!

    Nem a Liza!

    ResponderEliminar